domingo, 30 de junho de 2013

Saiba onde abandonar o seu cão

Uma hora acontece: você não pode mais ficar com o seu cachorro. Cresceu demais, latiu demais, latiu de menos, faz sujeira.
Você ficou grávida, vai mudar para um apartamento, sair de férias, vai mudar de cidade ou de país. Ou enjoou dele e quer um filhote novo.
Chega o momento e você se pergunta: onde posso abandonar o meu cão? Existe um ótimo local para isso. É grande, com um lindo gramado, lago e os animais ficam todos soltos e felizes.
Tem veterinário disponível 24 horas, humanos brincando com eles, os cães nunca vão se sentir sozinhos. Você pode ficar tranquilo que seu ex-melhor amigo será muito bem cuidado. Ele nem vai sentir a sua falta. Terá uma vida longa e feliz, e você poderá seguir a sua vida, sem peso na consciência, e sem preocupação.
Legal né? Um lugar com espaço infinito, dinheiro inacabável, humanos disponíveis e cães felizes. Quer saber onde é? Eu digo...
NA SUA IMAGINAÇÃO!!!
Não existe lugar para abandonar seu cão. Não existe um lugar seguro se não for ao seu lado.
Visite um abrigo ou um CCZ e veja as condições em que chegam os animais que foram resgatados... E se você está pensando em deixar seu cão em um  abrigo, lembre-se que além de abandonar covardemente seu melhor amigo, você estará tirando as chances de um animal de rua ser resgatado. Se você não se importou o suficiente com seu cão para ficar com ele mesmo nas dificuldades, como espera que alguém vá se importar?
Não abandone jamais seu animal, pois ao contrário, ele jamais faria isso!!!
E lembre-se quando você abandona um cão porque já não lhe serve mais, seus filhos aprendem a lição e talvez façam o mesmo quando você ficar velho.
R. M.                                           


Leia Mais

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Falando de canto,

Estes são uns encantos!
Nos meus passeios pela Internet à procura de idéias para o meu cantinho, encontrei este mundo de coisas lindas. Se não valer o projeto todo, valem as sugestões, (e, adaptações ao orçamento). Curtam...
As almofadas multicoloridas deram um charme todo especial.
Olhem só que fofura de estante. O detalhe dos quadros ficaram 'super"... 
Sala conjugada, tudo de bom?
Fonte: Internet.


Leia Mais

sábado, 15 de junho de 2013

Viajantes do tempo


Conta uma lenda oriental, que um jovem chegou à beira de um oásis, junto a um povoado e, aproximando-se de um ancião, perguntou-lhe:
- Que tipo de pessoas vive neste lugar?
O ancião, por sua vez, perguntou:
- Que tipo de pessoa vive no lugar de onde você vem?
Respondeu-lhe o rapaz:
- Oh! Um grupo de egoístas e malvados. Estou satisfeito de haver saído de lá.
A isso o ancião replicou:
- A mesma coisa você haverá de encontrar por aqui.
No mesmo dia, outro jovem se acercou do oásis para beber água, e, vendo o ancião perguntou-lhe:
- Que tipo de pessoas vive por aqui?
O ancião respondeu com a mesma pergunta:
- Que tipo de pessoas vive no lugar de onde você vem?
E o rapaz respondeu:
- Um magnífico grupo de pessoas, amigas, honestas, hospitaleiras.
Fiquei muito triste por ter que deixá-las.
O ancião respondeu com a mesma pergunta:
- O mesmo encontrará por aqui.
Um homem que havia escutado as duas conversas, perguntou ao velho:
- Como é possível dar respostas tão diferentes à mesma pergunta?
E o ancião respondeu:
- Cada um carrega no seu coração o meio em que vive. Aquele que nada encontrou de bom nos lugares por onde passou, não poderá encontrar outra coisa por aqui. Aquele que encontrou amigos ali, também os encontrará aqui.
Somos todos peregrinos!
Cada um encontra na vida exatamente o que traz dentro de si.
Fonte: Copiei.


Leia Mais

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts