quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Escrevo-te


Eu sei que não devia escrever,
Nem falar da dor de não viver,
Lembrando que um dia fui feliz,
E hoje a minha vida é sofrer.

Quisestes, eu quis, estar na fantasia,
Sabia que seria como o vento,
Doce ilusão perdida nos meus dias,
Pior tortura para o meu sentimento.

Não faz mal, essa é a vida,
Que me foi dada a viver,
Quanto mais longe de ti,
Menos posso te esquecer.
A: Ligia.

0 comentários:

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts