sábado, 26 de março de 2011

Bairro da Lapa, reduto de animadas festas

Lapa (RJ) Um pouco da sua história: 1ªparteO antigo Aqueduto da Carioca é a maior obra arquitetônica realizada Brasil durante o período colonial. Construído para distribuir à população as águas das nascentes do Rio Carioca, hoje ele serve de viaduto para uma outra grande atração: os bondes que ligam a Estação da Carioca ao bairro de Santa Teresa.
Símbolo da Lapa, bairro que já serviu de referência para o que de mais importante aconteceu na vida noturna do Rio, os Arcos da Lapa têm 270 metros de extensão. A construção tem estilo romano e possui 42 arcos duplos de alvenaria, construídos por índios e escravos no século 18.
Fonte: Google.

Leia Mais

quarta-feira, 23 de março de 2011

Mar

Toalhas verdes, alva espuma,
Areia branca sem fim,
E as ondas, que, de uma a uma,
Vêm quebrar-se ao pé de mim.
Longe, um barco leve, leve,
Cortando o espelho do mar,
Com velas brancas de neve,
Que o vento enfuna a cantar.
E o barco avança ligeiro
Num garbo de quem conduz
Gozo plácido e fagueiro
Das águas a flux.
Vem de outras terras e praias,
Que eu não conheço,
e nem sei onde assentam suas raias,
Qual seu nome e sua lei.
No largo bojo profundo,
Que lindas cousas não trazem!
Vem das plagas de outro mundo?
É mensageiro de paz?
Uma canção, doce e bela,
Voz de marinheiros, vem,
Numa toada singela,
Que afaga o peito e faz bem.
E eu sonho ignotos países;
Céus de esplêndido fulgor;
Vergéis de ricos matizes;
Rios de ingente rumor;
Cidades, palácios, quintas;
Sons de outra língua; outra voz;
Decorações de áureas tintas,
E outros povos como nós...
E a visão prende-se a vista...
E eu sonho - crescer... Crescer...
E, olhos de sábio e de artista,
Por todo o mundo estender.
A: Zalina Rolim.

Leia Mais

domingo, 20 de março de 2011

Amigos...

Quando dói olhar para traz, e você está assustado demais para olhar em frente, você pode olhar ao seu lado, e o seu melhor amigo estará lá.

Leia Mais

terça-feira, 15 de março de 2011

Nuvens que passam

Aquela mesma nuvem
Que sombreavam as cabeças,
Ali, depositando tantas magoas,
Que estavam guardadas no coração,
Faziam crer que precisavam explicações,
Quem sabe, diálogos,
Sim, aqueles que faltam coragem
Para serem falados,
Quando nenhum argumento é plausível.
As emoções calam as vozes,
Os olhos se turvam ante a realidade,
Não percebem que a nuvem é passageira,
E, mesmo que lentamente, pode dissipar-se.
Ela dizendo que sim,
Ele dizendo que não,
Os caminhos tornando-se escuros
Nos arroubos dos jovens apaixonados,
Que não crêem no impossível.
Achando que, para eles só resta
Uma estrada comprida a seguir,
E paralela,
Para estarem sempre
Debaixo da mesma nuvem,
Caminhando na mesma direção,
Mas, sem poderem se tocar...
A: Ligia.

Leia Mais

domingo, 13 de março de 2011

Rio de Janeiro, cidade maravilhosa

Atendendo ao pedido do dono das fotos, foram retiradas as tais.
Quem tiver mais alguma coisa e quiser ver excluido, por favor, avise.
Sem problemas, eu sou da paz. Obrigada.

Rio de Janeiro
Viver no Rio de Janeiro é uma grande paixão. Da praia à montanha, dos centros históricos à boemia revitalizada da velha Lapa. Toda essa beleza de bandeja para você se servir à vontade. E se apaixonar.
Cidade Maravilhosa, cantada em versos e prosa, aos poucos quero contar um pouco desta cidade que é o meu berço de nascença embora eu seja mais mineira de coração do que pão de queijo, rs. Dividirei esta reportagem em alguns capítulos resumidos, pois é uma longa história de amor, beleza, cultura e magia. Selecionei cada texto, cada foto com o maior carinho para que possamos ter uma leitura agradável.

Parque do Flamengo (Vista aérea)
Este é um recanto muito especial para mim, por isso a primeira série é dedicada a ele. O Parque do Flamengo, oficialmente Parque Brigadeiro Eduardo Gomes, mas conhecido na liguagem popular como Aterro do Flamengo (ou simplesmente, aterro), é um complexo de lazer no Rio de Janeiro, Brasil, construído sobre aterros sucessivos ao longo da Baía de Guanabara hoje conhecida como Praia do Flamengo.

Monumento aos Pracinhas (Homenagem aos soldados mortos na 2ª guerra mundial)
Entre os elementos do complexo, destacam-se o Monumento aos Pracinhas, o Museu de Arte Moderna, a Marina da Glória, o Monumento a Estácio de Sá, uma via expressa, áreas destinadas á prática de esportes, um restaurante e uma faixa de areia na Praia do Flamengo.

Via Expressa
O parque estende-se do Aeroporto Santos Dumont, no centro da cidade, ao início da Praia de Botafogo, na Zona Sul, tendo sua maior parte ao longo da Praia do Flamengo.

Área de Lazer
Aos sabados, domingos e feriados, o parque é fechado das 6 horas da manhã até ás 18 horas da tarde para área de lazer ou promoções de outros eventos.

Museu de Arte Moderna (onde são promovidas grandes exposições)

Museu Carmem Miranda (Pequena Notável)
Em sua configuração atual o parque foi inaugurado em1965, com 1.200.000 metros quadrados. Próxima reportagem: Quinta da Boa Vista. Fonte: Wikipédia, Google, etc.

Leia Mais

quarta-feira, 9 de março de 2011

Basílica de Aparecida do Norte (SP)

A Basílica de Nossa Senhora Aparecida fica na cidade de Aparecida, no interior do Estado de São Paulo. O relato que fez dali um lugar religioso evoca três pescadores que, ao lançarem as suas redes, quase em desistência pelo resultado fraco de suas anteriores tentativas, acabaram por fisgar uma imagem de Nossa Senhora. Logo após o feito, a pesca tornou-se abundante. Então, espantados, compreenderam no fato um sinal de revelação, atribuindo-o a um milagre da Virgem Morena, a nossa senhora no simbolismo religioso latino americano. Improvisaram um altar e, naquela mesma tarde, toda a vizinhança se reuniu para a reza do terço, que se tornou tradição na vila, hoje cidade de Aparecida.
A Catedral-Basílica, mais conhecida por “Basílica Nova”, a terceira construída no município, foi inaugurada em 1955 e solenemente sagrada no dia 4 de julho de 1980 pelo Papa João Paulo II, em visita ao Brasil. É o terceiro maior templo católico do mundo, no formato de uma cruz grega, e sua torre tem 100 metros de altura. No total, pode abrigar cerca de 75 mil fiéis.
Fonte: Google.

Leia Mais

sexta-feira, 4 de março de 2011

Cuidados com o idoso (Projeto de casa)

Recebi este artigo no meu facebook.
Achei muito legal.
Cuidados com os idosos:
Compilei aqui diversas dicas e sugestões para tornar mais confortável e segura a vida do idoso em sua casa. Espero que seja útil. Vou separar o assunto por ambientes.

Quartos:
- Colocar interruptor próximo a cama, para que o idoso não precisa se levantar no escuro para acender a luz. Se possível, coloque um telefone perto da cama;
- As camas devem ser baixas (45 a 50 cm incluindo colchão) de forma que, ao levantar, seus pés toquem o chão. Elas devem ter cabeceira, permitindo encostar; Além disso, devem ser largas para dar maior segurança ao movimento dos idosos ao dormir;
- Faça chão do quarto em piso antiderrapante, sem tapetes ou objetos soltos; (as sandálias e sapatos também devem ser antiderrapantes);
- Colcha / cobertor devem ser presos ao pé da cama, para trazer mais conforto no frio;
- Acima dos 80 anos, evitar uso de mais que um travesseiro;
- Mesa de cabeceira: Altura de uns 10 cm acima da cama, com bordas arredondadas e fixadas, evitando seu deslocamento;
- Abajur fixo na mesa ou parede;
- Armários com portas leves e cabideiros baixos; Gavetas com trava de segurança, prateleiras com luz interna ao abrir a porta; puxadores tipo alça;
- Janelas com abertura para dentro ou corrediças;
- Persianas são melhores que cortinas (peso e acúmulo de pó);
- Colocar cadeira para facilitar calçar meias e sapatos;
Corredor entre quarto e banheiro e corredores em geral:
- Iluminação acionada no quarto para que a ida ao banheiro à noite seja mais segura;
- Não deve haver objetos ou móveis atrapalhando a circulação; Não devem ser usados tapetes soltos;
- Cuidados com fios elétricos no chão – podem causar acidentes.

Banheiro:
- Iluminação na entrada e chão antiderrapante;
- Barras de segurança no box, lavatório e vaso sanitário; Havendo dificuldade para abaixar para lavar o corpo, colocar um banco no box (alvenaria ou outro material, preferencialmente fixo); Barra de vaso com altura de 30 cm acima do tampo.
- Quando há dificuldade para levantar ou sentar, colocar adaptadores nos vasos sanitários para aumentar a altura do assento do vaso; O assento deve ter largura mínima de 45 cm e 46 cm do piso; Além disso, podem ser colocados corrimãos e barras de apoio;
- Só colocar banheira se houver espaço também para box. A banheira deve ter barras de segurança;
- O ideal é que o box tenha espaço para 2 pessoas, para facilitar ajudar o idoso no banho;
- Box com largura mínima de 80 cm e desnível máximo de 1,5 cm em relação ao piso do banheiro;
- Acrescentar chuveirinho e ducha higiênica manual com altura de 45 cm do piso;
- Qualquer porta objeto deve ser fixo;
- O box deve ser fechado com material inquebrável e porta de correr ou, se não for possível, cortina plástica;
- Torneiras mono comando ou meia volta, alavanca ou célula fotoelétrica;
- Tapetes de borracha com ventosas e de boa qualidade; Por experiência, sugiro testar o tapete molhado antes de colocá-lo no banheiro do idoso;
- Porta toalha deve estar o mais próximo do box, com altura de mais ou menos 1,30m.
- Bancadas com altura entre 80 e 85 cm;
- A pia deve ter ralo protetor;
- Evite prateleiras de vidro e superfícies cortantes; Armários e estantes devem estar na altura da cintura ou peito;
- As tomadas e os interruptores devem estar no alto e em área seca;
- Acrescente Espelho iluminado, espelho de aumento;
- Recipientes para escovas, remédios, etc, em material inquebrável;
- No caso de idoso com problemas que afetem sua memória e nível de consciência, retire a tranca do banheiro e instale a porta abrindo para fora.


Cozinha:
1) Pia e bancada: Altura entre 85 e 90 cm; Torneiras de fácil manuseio (1/2 volta, alavanca ou monocomando); Armários não muito altos. Os objetos mais pesados devem ficar em prateleiras mais baixas e os mais usados em locais de mais fácil acesso; Gavetas com fácil abertura e trava de segurança; Evite prateleiras de vidro e superfícies cortantes; Armários e estantes devem estar na altura da cintura ou peito;
2) Fogões com botões na parte da frente e sistema que feche o gás automaticamente se a chama se apagar;
3) Manter luvas térmicas e suportes para utensílios quentes à mão;
4) Aquecedor deve estar fora da cozinha e se houver bujão de gás, fora de casa;
5) As prateleiras devem permitir acesso sem necessidade de levantar muito os braços;
6) Use o máximo de utensílios de plástico ou metal;
7) Microondas devem ter fácil acesso e permanecerem desligados quando não usados;


Área de Serviço:
-O tanque e a tábua de passar devem ser adequados para uso na posição sentada (75 cm);
- As tomadas devem estar a 1 a 1,20 m do chão;
- Evite escadas dobráveis
- Os pisos devem ser anti-derrapantes.
Sala de Estar / jantar:
- Se o idoso tem dificuldade de visão, coloque lâmpadas mais fortes;
- Mantenha a circulação livre de obstáculos e prefira móveis com cantos arredondados;
- As poltronas e sofás devem ter por volta de 50cm de altura e com design que facilite sentar e levantar. Profundidade: 70 a 80 cm. Os assentos não devem ser muito macios;
- As cadeiras devem ter encosto alto e apoio lateral; Mesas de apoio devem ter altura média de 60 cm;
- Estantes devem ter prateleiras fixadas e fáceis de serem alcançadas;
- A mesa de jantar deve ter altura de 75cm e bordas arredondadas; Prefira não usar tapetes soltos e cadeiras sem braço; Tenha bom espaço para circulação em volta da mesa;
- Tenha interruptores de luz nas entradas e saídas dos ambientes;
Escadas e Circulação:
- Corrimão – altura média de 80 cm, indo além do último degrau; Prefira escadas retas às curvas, que apresentam degraus estreitos nos cantos, o que pode causar acidente, principalmente para idosos; A altura ideal para os degraus é em torno de 15 cm;
- Use fita antiderrapante nos degraus; demarque e ilumine muito claramente o início e fim da escada; Sempre prefira rampas às escadas; As rampas devem ter um declive de 10% no máximo;
Ambiente externo / Entrada:
- Acesso sem barreiras;
- Piso áspero, com marcações do caminho;
- Porta com vão igual ou maior que 80 cm;
- Maçanetas tipo alavanca; Fechadura sobre a maçaneta; Trincos deslizantes;
- Evitar desníveis. Sendo impossível, fazer rampas, usar tapetes presos.
Fonte: Jornal Estado de São Paulo.

Leia Mais

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts