quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Tuas mãos

Mãos que tocam outras mãos,
Esperança de um carinho amigo,
São aquelas que tudo ou nada dizem,
Mesmas mãos que tocam sem sentido.

Se pudesse minhas mãos tocar as tuas,
Como se fora uma linda melodia,
Num acorde ora suave, ora vibrante,
Transformar-se como uma noite, em dia...

Toque amor, as mãos que te ofereço,
Pense que são do nosso amor, o abrigo,
E de caricias, um tanto quanto ousadas,
Somente assim tenho tuas mãos comigo.
A: Ligia.

2 comentários:

Dalva Nascimento 20 de janeiro de 2011 08:53  

Parabéns Lígia pelo aniversário do seu blog.Deus que a conserve assim inteligente e tendo idéias brilhantes para continuar fazendo poemas lindos e que tocam nossa alma.

Dalva Nascimento 24 de janeiro de 2011 10:52  

Lígia querida, não tenho o endereço de Vera Maria, não sei quem é,não conheço o bolg dela e infelizmente não posso ajuda-la, desculpe-me.

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts