sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Cachoeira das Almas (Rio de Janeiro)

Essa caminhada inclui vários pontos da Floresta da Tijuca, até chegar à bela Cachoeira das Almas. Os principais atrativos desse circuito são os rios, a floresta fechada com gigantescos eucaliptos, grandes árvores caídas, formações rochosas, muitas palmeiras de palmito Jussara e a Cachoeira das Almas (agora o banho é permitido).

Leia Mais

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Sonhador


O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos. Lembre-se: Não vale a pena passar a vida sonhando e se esquecer de viver.

Leia Mais

domingo, 25 de dezembro de 2011

Cantinho de costura


O melhor aproveitamento de um espaço limitado.
A gravura mostra um cantinho de costura que, não sendo embora a sala de costura ideal, sugere o aproveitamento conveniente de uma dependência vaga ou mesmo de um quarto.
A mesa de corte, dobrável, pode ser desarmada após a utilização. A máquina de costura, apesar de não estar colocada na melhor posição – não se encontra perpendicularmente a janela – tem luz suficiente durante o dia, e a noite recebe iluminação de uma lâmpada artificial que funciona também como luz de mesa de cabeceira. As limitações de espaço foram superadas por um guarda-coisas em que cada objeto tem seu o lugar.
Fonte: Inernet.

Leia Mais

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Escrevo-te


Eu sei que não devia escrever,
Nem falar da dor de não viver,
Lembrando que um dia fui feliz,
E hoje a minha vida é sofrer.

Quisestes, eu quis, estar na fantasia,
Sabia que seria como o vento,
Doce ilusão perdida nos meus dias,
Pior tortura para o meu sentimento.

Não faz mal, essa é a vida,
Que me foi dada a viver,
Quanto mais longe de ti,
Menos posso te esquecer.
A: Ligia.

Leia Mais

domingo, 18 de dezembro de 2011

Superação

Podemos passar inúmeras dificuldades, e ter de batalhar muito para alcançar certos objetivos e, ainda assim, morrermos na praia.
Podemos deixarmo-nos consumir pelo trabalho, e perder noites de sono ou deixar de passar finais de semana com a família apenas por que temos extrema necessidade de conseguir recursos para mantermos uma vida digna, ou amargarmos um período obscuro de desemprego.
Podemos assistir a injustiça bater à nossa porta e perceber, infelizmente, que em algumas ocasiões não há absolutamente nada a fazer.
Podemos chorar com o coração partido a perda da pessoa amada ou de um ente querido.
Podemos, por tanta coisa negativa que aconteça, julgarmos que tudo sempre dá errado conosco e maldizermos nossa sorte.
Depois de tudo isto até podemos deixar passar pela cabeça a estúpida idéia de fazer uma grande besteira consigo mesmo, desde que seja exatamente assim: que tal idéia passe – e nunca mais volte, por que a Vida é Superação!
Nós não nascemos andando, não nascemos falando, nem pensando tanta bobagem – e o que não podemos em hipótese alguma é perder o ânimo, o espírito, e nossa capacidade de amar, de se superar e de viver!
A: Augusto Branco.

Leia Mais

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Cantinho para uma princesa

Leia Mais

sábado, 10 de dezembro de 2011

Mascaras



A arrogância, o orgulho e a soberba são como mascaras. Quem as coloca quer esconder alguma coisa.

Leia Mais

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Pessoas são músicas

Elas entram na vida da gente e deixam sinais.
Como a sonoridade do vento ao final da tarde.
Como os ataques de guitarras e metais presentes em cada clarão da manhã.
Olhe a pessoa que está ao seu lado e você vai descobrir, olhando fundo, que há uma melodia brilhando no disco do olhar.
Procure escutar.
Pessoas foram compostas para serem ouvidas, sentidas, compreendidas, interpretadas.
Para tocarem nossas vidas com a mesma força do instante em que foram criadas, para tocarem suas próprias vidas com toda essa magia de serem músicas.
E de poderem alçar todos os vôos, de poderem vibrar com todas as notas, de poderem cumprir, afinal, todo o sentido que a elas foi dado pelo compositor.
Pessoas são músicas como você.
Está ouvindo?
Pessoas têm que fazer sucesso.
Mesmo que não estejam nas paradas.
Mesmo que não toquem no rádio, apenas no coração.
A: José Oliva.

Leia Mais

sábado, 26 de novembro de 2011

Ilha distante

Ilha de melancolia,
Sem portos e sem cidades,
Só praias de areia fria;
E coqueiros com saudades.
Praias de uma areia morta,
Conchas que ninguém apanha,
Coqueiros que o vento corta,
Brandido por mão estranha.
Morta já à flor da onda,
A espuma a sumir na areia;
Nenhuma voz que responda,
Aos ais que o vento semeia;
Ilha deserta, deserta,
Nem sequer junto à outra ilha;
E à noite uma luz incerta,
Que não se sabe onde brilha.
Ilha de um só habitante,
Com seu mar fora do mundo,
Mar que na maré vazante,
Cava cem braças de fundo.
— Ainda hás de ser a alegria,
De um vaporzinho cargueiro,
Que a ti chegará um dia,
Perdido no nevoeiro.
A: Ribeiro Couto


Leia Mais

terça-feira, 22 de novembro de 2011

A menina do semáforo

Magrinha, mal vestida, olhar espantado, a menininha se esgueirava ágil entre os carros parados no semáforo. Não devia ter mais que dez anos. A mãozinha estendida enfiava rápido em qualquer veiculo que tivesse um vão na janela. Ou, com os dedos, batia nos vidros, ostentado um sorriso.
Sabia que tinha que arrumar uns trocados. Do outro lado da vida, alguém a maltrataria, caso voltasse de mãos vazias. Ela sabia disso. E, corria ansiosa, parecendo estar acostumada com aquela vida, à única que conhecia até então. Já havia sido levada algumas vezes para um abrigo qualquer, mais por motivos desconhecidos, acabava voltando para as ruas. Seus olhos têm o brilho de quem não liga para o amanhã. Para ela, o presente parou ali entre os carros. E sua felicidade é receber qualquer moedinha oferecida por alguém que queira agradar, ou que, deseje livrar-se daquela presença, que para muitos é sinônimo de incomodo.
Quando o semáforo está para fechar, ela já sabe. Senta-se ali mesmo, na beira da calçada, onde espera os carros pararem novamente.
Pobre criança! Queira Deus que ela encontre o caminho certo. Não aquele para onde os carros vão, mas para aquele onde possa ser criança, jovem e adulta, respeitada na sua dignidade de ser um ser humano e feliz de verdade. Feliz, como todas as pessoas devem ser. Com o verde da esperança, o amarelo do ouro e o vermelho do amor. Com parada obrigatória, mas a vida seguindo...
A: Ligia.

Leia Mais

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Cozinha

Esta postagem era para estar lá no blog de Culinária, mas veio parar aqui de tão bonita. Aproveitem a idéia...
Cozinha – carrinho
Repare como as estantes de compensado naval vestem as paredes. Quando não serve à mesa, o carrinho de apoio fica parado em frente a pia. Fornos profissionais ajudam a elaborar assados e dividem a cena com peças assinadas. Reforma comandada pelo arquiteto Gil Mello e projeto de decoração de Vania Chene.
Fonte: Casa abril.

Leia Mais

sábado, 12 de novembro de 2011

Sua luz

Descubra sua própria luz, caso contrário passará o resto dos seus dias sendo nada mais do que o reflexo da luz alheia.

Leia Mais

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Corcovado (Estou no meu Rio de Janeiro)

Corcovado (Visto do Mirante Dona Marta)

Existem várias vias de escalada no Corcovado, dentre elas está a via K2, na aresta sudeste da montanha. Conquistada em 1962, a via se tornou um clássico da escalada em rocha no Brasil. Nos seus 100 metros de extensão, a via possui estilos bem variados: diedros, aderência e agarrinhas. A via não é destinada a iniciantes, porém escaladores com nível intermediário podem escalar essa via que fica na sombra na parte da tarde. As vistas ao longo da via incluem: Pão de açúcar, praias, baia de Guanabara e lagoa.
Uma das melhores vias do Rio!
Fonte: Internet 

Leia Mais

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Profundo

Dentro de mim,
Um coração descompassado,
Que insiste, e não desiste,
De me fazer sofrer.
Na mente, a ilusão que um dia,
Ele possa, enfim compreender.
Amor passado,
Tão pouco durou,
Nem marcou espaço,
Foi-se embora, assim como veio,
Recusou-se a ficar preso,
No meu abraço.
Mãos soltas, braços vazios,
E eu, ainda espero,
Quem sabe uma palavra
Dita assim,
Como quem não quer nada,
Sussurros de uma alma,
Apaixonada.
Magoas, decepções,
Desejos de fingir,
Que poderia ter acontecido,
Tudo, e nada.
Eis que divago,
Até o infinito,
Onde o meu amor,
Decerto está agora...
... Escondido.
A: Ligia.

Leia Mais

sábado, 22 de outubro de 2011

Bancada super, super...

Acomodada naquele canto que quase não caberia nada, este espaço mostra que, se bem aproveitado faz tudo ficar mais bonito.
Fonte: Internet

Leia Mais

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Infância

Minha infância, que saudade!
Tempos idos, tempos que lá se vão.
Lembrar disso tudo da saudade
Das brincadeiras inocentes,
Pés descalços no chão.
Lembro da minha tia, Esmeralda
Tirando água na cacimba
Colocando roupa no varal.
Lembro das frutíferas árvores no quintal
O meu pai querido reclamando
Porque nelas eu subia.
Ele dizia e repetia
Desce daí menina, eu vou te bater.
Eu já descia chorando, e me danava a correr.
Lembro
Da minha mãe com um vestido florido
Contando historia à luz de candeeiro.
Das brincadeiras de mãe e de comidinha.
Ao lado morava Dona Regina a vizinha
Coitada! Reclamava o telhado quebrado
Pelas pedras que eu havia jogado.
As empregadas que não me agüentavam
Que iam embora, pois não suportavam
A minha implicância e rebeldia.
Recordo as brigas com o meu irmão
Que diariamente acontecia.
Lembro nossa inocência e crendices olhando o céu
Esperando a invisível cegonha que não vinha.
E no natal os brinquedos, que nosso pai dizia
Ter sido presentes dados por Papai Noel.
Como é bom lembrar da nossa infância querida
Um pedaço do passado que ficou.
Parte boa da minha vida.
Que saudade!...
A: Dalva Nascimento.
Visitem o seu blog: fragmentosesaudades.blogspot.com

Leia Mais

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Jardim Botanico (Rio de Janeiro)

Entrada do belo parque

Não é bonitinha a visão?

Orquídeas, exposição e vendas

Jardim Botânico, criado por D.João VI em 1817, destinado à cultura de plantas exóticas, é um parque sem rival no mundo dada a variedade de espécies cultivadas. Dentre elas destacam-se as Palmeiras Imperiais e os imensos nenúfares, famosas Vitórias-Régias, além de exemplares de Pau-Brasil, árvore quase em extinção no nosso litoral. Com agradáveis recantos, foi um dos lugares preferidos por Tom Jobim, assíduo freqüentador.
Fonte: Internet 

Leia Mais

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Boa noite

Corpo cansado, mente também,
A cama está ali, mas falta alguém,
Quem dera esse alguém chegasse,
Com carinho me abraçasse,
E dissesse bem baixinho:
- Vim dormir com você!
Gentilmente nos abraçaríamos,
E partindo deste abraço aconchegante
Nos beijaríamos.
E, ficaríamos ali, quietinhos,
Sem precisar palavras
Que talvez nada dissessem.
Então o sono logo viria,
O abraço se desfaria,
O beijo se enxugaria,
Corpos e mentes descansariam,
E, satisfeitos dormiríamos.
A: Ligia.

Leia Mais

domingo, 2 de outubro de 2011

Quero

"Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém. E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, e que faço falta quando não estou por perto."
A: Mário Quintana.

Leia Mais

sábado, 24 de setembro de 2011

Sonhos

Recordo um passado de sonhos,
Nada mais que sonhos, devaneios.
Parti em busca da verdade,
De uma felicidade que se tornasse realidade.

No entanto, o sonho era pesadelo.
Eu que queria desesperadamente tê-lo,
Como areia escapou entre meus dedos,
O meu coração ele deixou em pedaços.

Morte dos sonhos descrita num poema,
Da busca incessante de uma felicidade plena,
De um amor eterno sem mentiras, do carinho sem fingimento.
Morte de tudo, do amor, do acreditar, dos sentimentos...
A: Dalva Nascimento.

Leia Mais

domingo, 18 de setembro de 2011

Ainda Araruama (que eu amo)

Praça São Vicente

Teatro Municipal (no Complexo Qualidade de Vida)

Leia Mais

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Para os corações apaixonados

Como é bom saber que dentro de nós palpita um coração dizendo que estamos apaixonados.
Ah, coração! Maltrata, faz sofrer, mas não vivemos sem ele. Sem o amor.
Vivamos, pois, deixemos que este mesmo coração bata forte, dentro ou fora do compasso... Em qualquer ritmo.
Como é bom estar apaixonado, pela pessoa certa... Ou errada! Quem sabe?
Tanto faz se é por alguém que já conhecemos, ou que, ainda vamos encontrar em nossos caminhos.
Como é bom estar apaixonado. Pelo amor mais recente, ou aquele com quem dividimos nossas vidas há tempos.
É muito bom estar apaixonado. Quem se importa se será breve ou duradouro esse amor...
Estamos vivos... E felizes.
Para amar e sermos amados...
Para sofrer, por estarmos enamorados...
Para nos emocionarmos a cada instante...
Para poder dizer, gritando ou num sussurro:
- Eu sou um romântico apaixonado!
E seguir, carregando no peito o mais sublime dos sentimentos... O amor!
A: Ligia.

Leia Mais

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Ando com saudades

Ando com saudades de café com pão;
De namorados dando beijinhos no portão;
De pedir bênção a pai e mãe (Deus te abençoe);
Do sinal-da-cruz que fazia quando passava na frente da igreja;
De ver um varal cheio de roupa com cheiro apenas de sabão;
De ver alguém sorrindo enquanto lava a louça com bucha vegetal;
De sentir respeito pela polícia; de cantar o Hino Nacional com mão no peito e lágrimas nos olhos;
De acreditar que o Brasil ganhou a Copa do Mundo porque jogou direito;
De saber que o Zezinho, filho do porteiro, não vai morrer de dengue;
e que Maria feirante poderá ter um filho médico.
Saudades de homens que usavam apenas o assobio como galanteio. Fiu-fiu!
Morro de saudades do tempo em que um presidente de uma nação era o mais respeitado cidadão do país.
Que cadeia era lugar só de ladrão.
Acho que andaram invertendo a situação.
Ando com saudades de galinha de galinheiro;
De macarrão feito em casa com tempero sem agrotóxico;
De só poder tomar guaraná em dia de festa;
De homens de gravatas;
De novela com final feliz;
De pipoca doce de pipoqueiro;
De dar bom-dia à vizinha;
De ouvir alguém dizer obrigado ao motorista e ele frear devagarinho, preocupado com o passageiro.
Saudades de gritar que a porta está aberta para os que chegam.
Um saco destrancar tanto papaiz.
Saudades do tempo em que educação não era confundida com autenticidade.
Hoje, se fala o que quer em nome de uma "tal" verdade e pedir perdão virou raridade.
Ando com saudades de ver no céu pipas não atingidas pelo efeito estufa.
Saudades das chuvas sem acidez, que não causavam aridez.
Saudades de poder viajar sem medo de homem-bomba, de ser recebida com pompa em outra nação.
Atualmente, reina a desconfiança no coração.
Sinto muitas saudades do rubor das faces de minha mãe quando se falava de sexo totalmente sem nexo.
Hoje, ele é tão banal que até eu banalizei.
Acho que a maior saudade que tenho é a saudade de tudo que acreditei.
Para minha filha não poderei deixar sequer a esperança.
Hoje, já não se nasce criança.
Fonte: www.rosapena.com

Leia Mais

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Cantinho especial

Trabalho, estudo ou lazer
Este cantinho tem a ver com tudo isso. A estante postada harmoniosamente junto à janela propicia um ambiente aconchegante e deixa tudo na mais perfeita ordem.
Obs. Reparem nos detalhe da cortina...
Quero um cantinho desses!
Fonte: revista casa e jardim.

Leia Mais

domingo, 28 de agosto de 2011

Ser Mulher (com letra maiúscula)

Ah, ser mulher!
Ser mulher é ver o mundo com doçura,
É admirar a beleza da vida com romantismo.
É desejar o indesejável.
É buscar o impossível.
O poder de uma mulher está em seu instinto
Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
E cuidar de vários outros filhos que não são seus.
Ah, as mulheres!
Ainda que sensíveis,
Mulheres conseguem ser extremamente fortes
Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.
Mulheres cuidam de feridas e feridos
E sabem que um beijo e um abraço
Podem salvar uma vida,
Ou curar um coração partido.
Mulheres são vaidosas,
Mas não deixam que suas vaidades
Suplantem seus ideais.
Muitas mulheres mudaram o rumo
E a história da humanidade
Transformando o mundo
Em um lugar melhor.
A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
Ser mulher é gostar de ser mulher
E ser indiscutivelmente feliz
E orgulhosa por isso.
A: Brunna Paese.
Colaboração: Alê Barros.

Leia Mais

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Araruama (Meu Rio de Janeiro)

Museu Arqueológico de Araruama.


Praça da Bíblia


Pequeno trecho de uma das mais famosas águas de Araruama. (Se essas areias falassem!...)


Leia Mais

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Amor em equilíbrio

Assim é o amor: altos e baixos, idas e vindas, certezas ou incertezas.
Assim é o amor: na maioria das vezes não está do lado certo. Se for para estar em um, está no outro. E se é para estar em outro, está em um...
O certo seria estar em ambos... Ou não?
Assim é o amor: quando um quer, o outro, não. Cria-se a maior confusão. E quando os dois querem, pega fogo...
O amor é engraçado, faz a gente ficar bobo. Então começa o jogo da adivinhação, para saber se dará certo ou não.
Se acontecer, fica a dúvida... É verdadeiro, é para sempre, é amor ou não!
O amor nos deixa assim... Desequilibrados... Meio que sem chão...
A: Ligia.

Leia Mais

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Sorrir sempre

Nunca chores, porque chorar é sofrer. Nunca sofra, porque sofrer é morrer. Nunca morra, porque morrer é perder. Só ame, porque amar é viver...

Leia Mais

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Pequeno grande escritório. Esse é!

Pode parecer pequeno dinate de um grande espaço, mas se dispõe de espaço pequeno você vai ficar bem confortável aqui. Curta essa idéia!

Leia Mais

sábado, 30 de julho de 2011

Silêncio da madrugada

Silencio... É madrugada,
Sem sono deito, levanto,
Penso, repenso. E os pensamentos viajam.
Pega a estrada do passado. E vai embora...
Pega, curvas e desvios,
E desaparece na estrada.
E chega lá... Na infância,
Corre no campo, corre na chuva,
E na lagoa mergulha.
Corre atrás das borboletas,
E no galho da mangueira,
Senta para ficar bem mais pertinho do céu.
E a lua é tão clara que mais parece que é dia,
E no céu tantas estrelas, que nem dá para contar.
Todos os galhos cintilam cheinhos de vaga-lumes,
Tudo é tão bonito que os pensamentos pararam.
Mais é tempo de voltar,
Quem sabe o sono chegue,
Pois cansou de viajar,
E a infância tão bonita,
Entre as estrelas ficou.
A: Terezinha C. Werson.



Leia Mais

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Cozinha pequena

Esta cozinha deveria estar postada lá no blog de culinária, mas é tão graciosa que veio parar aqui... Me dêem razão...

Cozinha pequena não é novidade para muitas de nós, porque hoje em dia o que mais se vê são verdadeiros apertamentos e casinhas de boneca, não é? Se esse é o seu caso, inspire-se neste ambiente no sentido de aplicar detalhes como: cores claras para armários e balcão, armários com o máximo possível de espaço para armazenar mantimentos e objetos, prateleiras que ajudem a livrar a área de trabalho de alguns objetos, cadeiras e mesa que possam ser dobradas e/ou levadas para outros ambientes. Fica a dica!
Fonte: bicha fêmea.com

Leia Mais

Quer deixar o homem maluquinho?



Quer deixar o homem maluquinho? Diga assim: chegou a conta de água, luz, telefone, acabou o gás, açúcar, feijão, tem que comprar fraldas e etc.
Garanto que ele vai ficar maluquinho…

Leia Mais

sábado, 23 de julho de 2011

Presentes para você

Vim aqui para lhe dar alguns presentes:
São poucos, mas indispensáveis. Você vai gostar.
Vou te dar uma borracha, pra você apagar as más lembranças,
Uma tesoura pra você podar o que lhe impede de crescer,
Lentes corretoras, que os possibilite enxergar o próximo e a natureza com amor.
Agulhas grandes pra você tecer seus sonhos e ilusões,
Um zíper que abra a sua mente quando procurar respostas... Outro para fechar sua boca quando se fizer necessário. E outro pra abrir seu coração...
Um relógio, pra te mostrar que é sempre hora de amar.
Um rebobinador de filmes, pra você recordar os momentos felizes.
Sapatos da moral e ética, pra você pisar com firmeza e segurança por onde tem flores. Enfim, um espelho pra você admirar uma das obras mais perfeita que é "VOCÊ".
Copiei.

Leia Mais

terça-feira, 19 de julho de 2011

Lagoa Rodrigo de Freitas (RJ)

Ao fundo (à direita) a Pedra da Gávea e a esquerda, o Cristo Redentor.

Aqui, o Parque dos Pedalinhos.

Vista aérea, muito bonita...
A Lagoa Rodrigo de Freitas é uma lagoa e um bairro da zona sul do Rio de Janeiro que está rodeada pelos bairros Copacabana, Botafogo, Ipanema, Leblon, Gávea (Jardim Botânico e Jockey Club).
A Lagoa Rodrigo de Freitas, RJ, atrai cariocas e turistas todos os dias, especialmente na época de natal, quando é montada uma grande árvore de natal que flutua livremente nas águas calmas da Lagoa.
Também possibilita um excelente passeio pelo seu perímetro muito atrativo. No seu percurso de 7.5 Km de pista asfaltada, o visitante encontrará diversos pontos com instalações esportivas e parques. É um caminho habitual de malhadores que o percorrem de bicicleta ou correndo.
Ainda é também um centro importante de remo. Grandes clubes de remo (Botafogo, Flamengo, e Vasco da Gama) estão sediados na Lagoa.
Dados:
A Lagoa Rodrigo Freitas, Rio de Janeiro, conta com um espelho de 2,2km², uma profundidade media de 2,8m e um perímetro de 7,8km, com um volume de água de aproximadamente 6.200.000m³.
Ela é interligada ao Oceano Atlântico pelo Canal Jardim de Alah, com 800m de comprimento e entre 10 e 18 metros largura.
Fonte: Google.

Leia Mais

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Escrevo-te

Eu sei que não devia escrever,
Nem falar da dor de não viver,
Lembrando que um dia fui feliz,
E hoje a minha vida é sofrer.

Quiseste, eu quis, estar na fantasia,
Sabia que seria como o vento,
Doce ilusão perdida nos meus dias,
Pior tortura para o meu sentimento.

Não faz mal, essa é a vida,
Que me foi dada a viver,
Quanto mais longe de ti,
Menos posso te esquecer.
A: Ligia.

Leia Mais

sábado, 9 de julho de 2011

Força

Ninguém tem que ser forte sempre, mas todos podem perceber a força de que dispõem.

Leia Mais

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Rocambole de toalha

Achei tão bonitinha essa idéia.  Agora aquela toalha que você daria como presente vai ficar mais gostosa feita assim. Pode ser uma toalha de banho e uma de rosto, até uma de rosto e uma de mão. O negocio é a criatividade.
Ninguém recusaria um presente desses.
Obs. A idéia serve até para decorar o seu armário.
Fonte: Internet.

Leia Mais

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Silêncio

Agora que o silêncio é um mar sem ondas, e que nele posso navegar sem rumo, não respondas as urgentes perguntas que te fiz.
Deixa-me ser feliz assim, já tão longe de ti como de mim.
Perde-se a vida a desejá-lo tanto.
Só soubemos sofrer enquanto o nosso amor durou.
Mas o tempo passou, há calmaria... Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria matar a sede com água salgada...
A: Miguel Torga.

Leia Mais

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Um cantinho super "show"

Para quem está começando, um espaço como esse é tudo de bom...
Fonte: Kapsberg.

Leia Mais

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Problemas no BLOGGER

Gente amiga, o BLOGGER está terrívelmente aborrecido comigo, ou não gosta do que escrevo. Há algum tempo não consigo postar comentários nos Blogs das amigas queridas. Espero que entendam e me perdoem. Sinceramente, já não sei o que fazer.
Espero que esta fase passe logo.
Adoro vocês e, por favor, não me esqueçam.
Ótimo fim de semana para todos.
Bjs.

Leia Mais

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Rio de Janeiro, gosto de você!

Monumento aos soldados mortos na 2ª guerra mundial.

Vista aérea do monumento...

Monumento com visão noturna.

Quem passa pelo aterro do Flamengo vê um monumento de linhas modernas e nobres, uma construção disposta de forma predominantemente horizontalizada, mas com um ponto alto que rasga o céu, atraindo atenção para si. Trata-se do Monumento aos Pracinhas, que além de uma homenagem aos que tombaram na guerra, é um marco arquitetônico que desponta na paisagem do aterro do Flamengo e da cidade do Rio de Janeiro.
A construção tem também em seu interior um pequeno museu, com fotos, peças e artefatos usados pelos pracinhas durante a Segunda Guerra Mundial. 
O local contém também os nomes de todos os soldados que tombaram na guerra na Europa, lutando pela Força Expedicionária Brasileira.
No local estão sepultados os restos mortais dos soldados brasileiros que tombaram na campanha da Itália, e que anteriormente estiveram sepultados naquele país.
Como Chegar ao Local / Onde Fica
O monumento fica perto do MAM, Museu de Arte Moderna, no início do Parque ou Aterro do Flamengo, próximo ao centro da cidade. Se você visitou o MAM, pode ir caminhando até o monumento.
O Monumento e Concurso Nacional
Além de ser um monumento que homenageia os pracinhas, a construção e as esculturas a ele incorporadas se tornaram marcos da arquitetura moderna brasileira e mundial.
Para a construção do memorial, foi estabelecido um concurso nacional de projetos, e os vencedores foram os arquitetos Marcos Konder Netto e Hélio Ribas Marino.
A torre elevada do monumento tem 30 metros de altura, o equivalente a um edifício de 10 andares.
As Esculturas e Painéis
A arquitetura do Monumento é uma escultura em si mesmo, com suas formas interessantes, ousadas e poderia-se dizer até inéditas à época de sua construção. Existem também com parte do monumento, esculturas que chamam a atenção.
Existe uma escultura que homenageia os pracinhas das 3 forças armadas, sendo Exército, Marinha e Aeronáutica. As peças representam os soldados das três Armas. Esta escultura fica do lado direito de quem se dirige ao monumento, voltada de frente para quem passa de carro ou ônibus nas pistas do aterro do Flamengo. O autor destas esculturas é Alfredo Ceschiatti
Outra obra interessante é uma escultura de metal, de formas construtivistas com suas partes de metal entrelaçadas, que faz referência e homenageia a FAB, ou seja, a Força Aérea Brasileira que teve importante e destacado desempenho, tendo sido a qualidade, coragem e eficiência dos pilotos brasileiros muito elogiada. A autoria desta escultura é Júlio Catelli Filho.
Existe também um painel de azulejos homenageando os mortos no mar, tanto os civis como os militares. A autoria deste painel é de Anísio Medeiros.
Troca de Guarda / Um Espetáculo à Parte
Um espetáculo interessante e à parte, é a troca da guarda. À cada primeiro domingo de cada mês, acontece a troca da guarda no Monumento dos Pracinhas, um cerimônia promovida pelas três Forças Armadas, quando uma delas passa a guarda do monumento para a outra, e assim sucessiva e alternadamente. Esta cerimônia ou solenidade começa às 10h da manhã e geralmente dura 40 minutos. 
Fonte: Google.

Leia Mais

domingo, 19 de junho de 2011

Currículo nota 10


Está procurando emprego? Então não durma no ponto e veja como é fácil fazer um currículo do jeito certo.
Quem ler o seu currículo precisa entender direitinho o que você escreveu. Por isso, seja direta e use palavras simples e corretas. Coloque só o que for realmente importante para concorrer ao emprego.
Lembre-se de que ele deve ser o menor possível, com no máximo 3 páginas e nunca escreva “eu” como “eu trabalho”, por exemplo.
Aparência: O currículo deve ser organizado. Não misture as informações, separe em blocos: Seus dados pessoais num lugar, o que sabe fazer em outro e assim por diante. Carregue-o sempre dentro de uma pasta ou envelope para não sujar nem amassar.
O que deve ter: Dados pessoais: nome, idade, estado civil, numero de filhos, endereço e telefone devem vir em primeiro lugar (nunca coloque RG e CPF).
Objetivo: diga qual cargo ou a área de trabalho que interessa a você.
Formação acadêmica: escreva aqui o seu grau de escolaridade. Mas não precisa fazer um histórico, só a ultima serie que cursou basta.
Formação complementar: se você já fez algum curso, coloque nesta parte.
Experiência profissional: faça uma lista dos lugares em que já trabalhou, qual era sua função, quando começou e quando parou de trabalhar lá.
Outras atividades: fale de outras atividades importantes que você faz: participar de uma associação ou realizar trabalhos comunitários, Por exemplo.
*A não ser que peçam, NUNCA envie fotos com o currículo.
Boa sorte!
Maria Rita de Souza
27 anos, casada, 2 filhos
Rua das Rosas, 207
CEP 12409-090 São Paulo, SP
Tel: (0xx11) 361-0000

Objetivo: Secretária

Formação acadêmica:  2º grau completo
                                 Escola Duque de Caxias – 1984

Formação complementar: Curso de Secretária – SENAC – 1998
                                     Curso de Informática –SESI – 1999
Experiência profissional:
Baltazar Eletrônica
Atendente
De 4/96 a 7/99
Venda, movimento, armazenamento e contagem de produtos.

Consultório Médico – Doutor Ari de Lima
Recepcionista
De 11/99 a 8/03
Marcação de consultas e atendimento aos pacientes.

Outras atividades:
Membro da Associação do Bairro Jardim Paraiso.
  • Este é só um exemplo simplificado. Lembre-se, a pessoa que seleciona um funcionário deve receber centenas de currículos/dia.
  • Não permita que seu currículo vá parar no fundo de uma gaveta qualquer para que seja lido mais tarde. Com certeza, vai ficar difícil o futuro chefe voltar a lê-lo.
Fonte: Senac.

Leia Mais

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts