segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Seja o que for

Photobucket

Devo voltar ou devo seguir,
Em busca do impossível,
Será que devo ir buscar,
O que não se pode encontrar.

Aguardo, ainda não é hora,
De sair de uma situação,
Que mal começou, e quê,
Já machuca um coração.

Quem sabe, sofrer é preciso,
Pra conseguir entender,
Que o que nasce para a vida,
Um dia tende a morrer.

Sei que devo responder,
A esse sim e esse não,
Na certa irei me perder,
Nessa incompreensão,
Das coisas que vem,
Das coisas que vão,
E daquelas que entram
E que saem,
Da minha vida...
... E do meu coração...
A: Ligia.

1 comentários:

Marcia 5 de agosto de 2010 11:40  

Com calma e reflexao encontramos sempre as respostas para os nossos questionamentos. Gostei muito do seu poema.
Desejo-lhes um lindo fim de semana!
Obrigada pela sua visita!

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts