domingo, 29 de agosto de 2010

A Morte da Noiva

O dia mais feliz da vida daquela noiva. O vestido branco sobre a cama, a linda grinalda e a coroação do sonho de amor de toda mulher.
Amava e sabia que era amada. Naquele instante, em outro lugar, o amor da sua vida também deveria estar ansioso para encontrá-la diante do padre.
Neste dia o quarto estava diferentemente bonito. Tinha sido o seu quartinho de menina e de moça. Um quê de mistério perambulava no ar e parecia projetar nas paredes uma sombra leve.
O dia que iria mudar de vida. Talvez a mudança mais radical de todas as vidas que, porventura pudesse ter vivido. Sonhava se tornar a Sra. S.
Cada noiva é única neste dia. Ela não era exceção.
Srta. S. ia se casar. Tudo pronto, igreja, festa... Um aperto no peito. Emoção demais. Lentamente começou a vestir-se. A expectativa era muita. Amigas queriam estar ajudando-a. Ainda não, a noiva precisava daquele momento seu.
Extasiada, se permitia divagar. Em sua cabecinha, como um relâmpago, vislumbrou vários flashes de sua vida. Infância, adolescência, o álbum de fotografias que a acompanhava desde bebê. Tempos de escola, o carinho e a união da família, o emprego estável. Até o primeiro namoradinho foi lembrado.
Lembrou quando trouxe esse que seria seu marido para conhecer a família, o pedido de noivado. O pai, cheio de recomendações, a mãe, oferecendo os quitutes que havia preparado com carinho para o dia, e os irmãos achando que aquele rapaz ia lhes roubar a irmã querida.
Agora estava ali, quase pronta para continuar sua vida. Ela diria: _Sim!
E seria feliz para todo o sempre.
Imaginou como estaria o noivo. A única coisa que sabia é que ele vestiria um terno cinza. Aos seus olhos, haveria de estar muito bonito. O seu marido...
De novo aquele aperto no peito, agora bem mais forte, mesmo assim sorriu. Hoje, começaria uma nova fase na vida. Uma vida que tinha começado muito antes de ela nascer. Uma vida que acompanha a cada um de nós por uma eternidade totalmente desconhecida.
Muito bonita no seu traje branco imaculado, deitou-se na cama e fechou os olhos. Um suave torpor tomou conta de si e ela permitiu-se relaxar. Quase inconsciente, sentiu um beijo terno roçar-lhe os lábios e não se assustou quando uma voz sussurrou no seu ouvido: _Venha!
E ela foi, deixando no leito o corpo vestido de noiva, que não precisava mais.
A: Ligia.
Obs. A foto foi copiada da Internet apenas para ilustrar o texto.

Leia Mais

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Rio de Janeiro, eu te amo!














Leia Mais

domingo, 22 de agosto de 2010

Eu Prometo!

Injuriei minhas idéias. Onde já se viu ser obrigado a votar num país que se diz democrático! É de doer.
Chega das autoridades acharem que a culpa por haver tantos parlamentares corruptos é da população que não escolhe bem seus candidatos...
Estamos num país onde somos obrigados a votar. E se somos obrigados a votar, é justo para que tenham a quem culpar quando os ‘eleitos’ fazem m---a. Pior que a maioria sempre faz isso.
São quatro anos, desenvolvendo um blá-blá-blá, metendo a mão, e a bomba nem sempre detona. Então vem mais quatro anos preparando outro blá-blá-blá que acaba se resumindo em: _Eu prometo!
Seria mais sensato que dissessem logo: _Eu meti a mão, mas não chega, então estou aqui para roubar mais. Votem em mim!
Ia ficar mais bonito, e com certeza ainda assim receberiam votos. Para alguns é valido votar num cara de pau assumido. Dá um quê de não estarem sendo enganados.
E assim caminham as eleições, os dias passam, a data se aproxima. E o que a gente ouve é sempre a mesma coisa: _Eu prometo!
Depois que assumem, simplesmente não podem fazer nada; não há verba. E se há, não basta. As obras só podem usar aquilo que cai no chão depois que enchem cueca, bolsa, bolso, etc.
Diante da cobrança daquela velha promessa, vem a resposta: _Depende de Fulano. E Fulano também não pode fazer nada. Nem sequer falar...
Seria bem melhor que completassem a frase: _Eu prometo não fazer nada! Não trabalhar, não receber salário, não roubar!
Aí, eu votaria mais satisfeita. Sem necessidade de estar usando o CTRL+Z, nem o DELETE. Vou votar. Que saco!
Dei ENTER, e vou continuar conectada. Tenho esperança de um futuro melhor, pelo menos para quem foi ADD neste Brasil agora.

Leia Mais

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Que lindo!

Os prêmios da vencedora do 1º concurso do blog de culinária da Ligia, já enfeitando a mesa. Obrigada amiga Elzi, pela foto.
Mas que 'cachorro' esse pinguim, hein! O lugar dele é em cima da geladeira, e não na mesa, paquerando a galinha...

Leia Mais

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Fotos de Família

Invista numa galeria particular. Ninguém duvida que as fotos da família esquiando nas últimas férias ficaram bárbaras. As do casamento, então, são emocionantes. Imagens são recordações mais do que especiais, mas não precisamos colocá-las em vários porta-retratos dando boas-vindas a todos que entram na sala. “Essas imagens são íntimas e é estranho se deparar com elas espalhadas em mesas e estantes. Pertencem à família”, comenta o arquiteto Sig Bergamin.

Que tal substituir os porta-retratos por molduras – de várias cores, formas e tamanhos – e aproveitar um corredor da casa para fazer sua própria galeria? Por exemplo, naquela parede branca que não tem espaço suficiente para uma obra de arte. Lá, é possível brincar com a imaginação e colocar todas as fotografias, inclusive dos animais de estimação.
Segundo Sig, porta-retratos com fotos de família devem ser usados em número reduzido e na área íntima.
Fonte: Revista Casa e Jardim.

Leia Mais

domingo, 15 de agosto de 2010

FELIZ DIA DOS PAIS (atrazado, mas não esquecido...)

Conversa com Deus
Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:
_Dizem que estarei sendo enviado à terra amanhã... Como eu vou viver lá, sendo assim tão pequeno e indefeso?
Deus: _Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará lá te esperando e tomará conta de você.
Criança: _Mas diga-me: Aqui no céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?
Deus: _Seu anjo cantará e sorrirá para você e, a cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz.
Criança: _Como poderei entender quando falarem comigo se eu não conheço a língua que as pessoas falam?
Deus: _Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar.
Criança: _E o que farei quando quiser te falar?
Deus: _Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a orar.
Criança: _Eu ouvi dizer que na terra há homens maus.
Quem me protegerá?
Deus: _Seu anjo lhe defenderá, mesmo que isto signifique arriscar a própria vida.
Criança: _Mas eu serei sempre triste porque não te verei mais.
Deus: _Seu anjo sempre lhe falará sobre mim e lhe ensinará a maneira de vir a mim e eu estarei sempre dentro de você.
Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da terra já podiam ser ouvidas. A criança apressada pediu suavemente:
_Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me, por favor, o nome do meu anjo.
DEUS: _Você chamará seu anjo de PAI.
A: Souza Junior

Leia Mais

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Um entardecer especial

A tarde caía serena numa determinada hora de um dia qualquer, a noitinha já se anunciava e, dona da situação, empurrava os últimos raios de sol rumo ao poente.
Coisa linda de se ver, só olhos procurando o belo poderia entender aquela mensagem. Eu sentia na pele a mistura daquela despedida. Como um misto de calor e frio... Um arrepio.
Foi então que vi duas estrelinhas brilhando lado a lado. Impressionante, como meus olhos não puderam acompanhar aquele passeio. Perdida em devaneios não percebi que elas se multiplicavam esplendorosamente... No céu já não havia apenas as minhas duas estrelinhas. Agora somavam centenas, milhares, talvez milhões e milhões.
Quis fazer daquele o meu momento, mas dentro de mim entendi que no universo nada é só nosso, e que cada uma daquelas estrelinhas que fulguravam no céu, vieram para tornar especial um entardecer na vida de alguém. Quem sabe, o seu...
Boa tarde!
A: Ligia.

Leia Mais

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Gente amiga do meu coração, SAIU o resultado do sorteio! ! !


Olá amigas e amigos do meu coração, tudo bem?
Desculpem não ter postado o resultado do sorteio ontem como haviamos combinado. É que surgiu um imprevisto, uma amiga conseguiu vaga para fazer uma cirurgia e fiquei acompanhando-a nos procedimentos para a internação. Disso falarei mais tarde.
Esse primeiro momento é só alegria, e a vencedora do sorteio é:
ELZI SENRA (seguidora)
Parabéns a ela e aos demais participantes. Para mim todos são vencedores. Muito obrigada, mesmo...
As fotos não ficaram boas, mas dá para ver a filhinha da minha vizinha sorteando a vencedora.

Leia Mais

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Quase sessenta!

Uma sexagenária resolveu fazer hidroginástica. Cheia de gás e autoconfiança, entrou na secretaria da academia. Mal chegou, a professora olhou-a de cima abaixo (quase com desdém) e avisou:

_Precisamos proceder a uma avaliação.
Pegou uma ficha, preencheu com seu nome e endereço e mandou brasa:
_Então a senhora já tem mais de sessenta anos?
_Pois é minha filha, há seis anos virei sexy.
_Como? A senhora disse sexy?
_É, sexy de sexagenária, entendeu?
_A senhora tem falta de ar?
_Não, tenho falta de dinheiro.
_Às vezes sofre de tontura?
_Sofro com as tonteiras dos outros.
_Tem hipertensão?
_Não, tenho hipertesão.
_É diabética?
_Não, sou diabólica.
A esta altura, a moça não se conteve:
_A senhora é doida?
_Por homem!
Obs. Li no blog da Rosinhamonkees e dei muita risada. Bom humor faz bem sempre.

Leia Mais

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Seja o que for

Photobucket

Devo voltar ou devo seguir,
Em busca do impossível,
Será que devo ir buscar,
O que não se pode encontrar.

Aguardo, ainda não é hora,
De sair de uma situação,
Que mal começou, e quê,
Já machuca um coração.

Quem sabe, sofrer é preciso,
Pra conseguir entender,
Que o que nasce para a vida,
Um dia tende a morrer.

Sei que devo responder,
A esse sim e esse não,
Na certa irei me perder,
Nessa incompreensão,
Das coisas que vem,
Das coisas que vão,
E daquelas que entram
E que saem,
Da minha vida...
... E do meu coração...
A: Ligia.

Leia Mais

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts