sábado, 17 de julho de 2010

Lápis de Cor

Deslizando num papel,
Vai o lápis colorido,
Em cada traço, uma cor,
Em cada cor, um sentido.

E nos riscos mal traçados,
Que o lápis pode dizer,
Para alguém apaixonado,
Fica fácil entender.

Assim como um arco íris,
Desenhado lá no céu,
Vai o lápis colorido,
Rabiscando o papel.

Os rabiscos vão formando,
O meu nome, e o teu,
E assim nas entrelinhas,
Diz o que não escreveu.

Vi um coração traçado,
Por aquele lápis de cor,
Como colorindo o início,
D’uma história de amor...
A: Ligia.

1 comentários:

Arnoldo 18 de julho de 2010 12:20  

Que lindo, Ligia. super delicado, amei. Bjs.

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts