sábado, 10 de julho de 2010

Fada Esperança

Photobucket

Para uma pessoa muito especial...
Desde cedo já se diferenciava das outras crianças pela sua vivacidade, companheirismo e grandiosidade de alma. Quem a via saltitante pelos jardins, não podia imaginar que se tratava de uma fadinha. Era alegre, inteligente e comunicativa assim como devem ser todas as fadas. Sua auréola verde parecia que tinha um sininho, por mais que quisesse passar despercebida, a fadinha Esperança era sempre notada (eu diria, adivinhada).
Sempre tinha uma palavra carinhosa para com todos. Sabia brincar quase todas as brincadeiras infantis e às vezes servia de mediadora, caso surgisse alguns entreveros entre os amiguinhos de folguedos. E tudo acabava bem.
Era mesmo uma fada muito especial. Ela crescia encantadora, e, como toda mocinha de sua idade, era vaidosa. Gostava dos cabelos sempre arrumado, as unhas delicadamente colorida, o que a fazia mais bonita. Assim tão graciosa, logo descobriu o primeiro amor. Depois veio aquele com quem se casaria.
Foram felizes, tiveram filhinhos, mas ainda não era com esse que viveria feliz para sempre. Fada, como o nome já diz, é um ser muito especial, e como tanto precisa de alguém também especial para que se completem.
Com o poder da bondade e do amor aliados a garra e a compreensão de uma mãe, Fada Esperança, amadureceu, mas não perdeu a alegria de viver. Ela tem esse direito. Seu coração continua jovem e sonhador. É assim que devem ser todas as fadas.
Nos caminhos onde passa, faz muitos amigos, distribui sorrisos, dedica um carinho enorme a aqueles que sabem retribuir uma amizade sincera. Até mesmo amigos ausentes, ocupam espaço em seu coração.
Sua luz brilha ainda mais.
Fada Esperança, como o nome já diz, não perdeu a esperança de ainda ser muito feliz. E ela merece. Pelo muito que se dedica ao bem estar do próximo, o seu dia logo chegará. O anjo Querubim já se aproxima, e logo lhe estenderá as mãos. Então caminharão juntos eternamente.
A esperança não deve morrer, ela deve ser uma companhia constante, para sempre. Porque ela é uma fada. E fadas são sinônimo de felicidade.
A: Ligia.

0 comentários:

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts