segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Faça Agora

(Dez conselhos para assumir o controle sobre sua vida)
É hora de prestar mais atenção a você. Os psicólogos Wallace Hetmanek da Unati/Uerj e Mariana Córdova do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE) também da Uerj reuniram dez conselhos muito úteis.
Seja positivo, e a vida irá lhe retribuir, trazendo sensações de prazer e satisfação. Ser positivo é ter fé, acreditar nas oportunidades, na vitória, no mundo, esperando sempre o melhor da vida
Torne-se presente. Fique atento ao presente, a você, a sua volta, o que irá possibilitar uma tomada de consciência muito valiosa das suas necessidades. Tendo controle sobre o funcionamento do seu corpo e mente, saberá com tranqüilidade, quando convidado a sair de seu eixo de equilíbrio e a hora de afastar-se ou de aproximar-se.
Concentre-se no aqui e agora.
Reencontre-se. Resgate seu amor por si e pelo próximo. Encontre o amor, o respeito e o perdão que lhe cabem dar e receber. Busque recuperar o amor, sentir seu coração aquecido, se permitindo experimentar o sentimento de bem querer a vida que envolve o estado amoroso. Uma boa forma é começar sendo gentil com você mesmo!
Caminhe de acordo com os seus sonhos. Sonho é feito, no mínimo, para ser sonhado. Você tem o direito de querer ir para onde está indo, portanto, persista naquilo que é verdadeiramente importante para você, faça isso também pelas pessoas que ama.
Planeje. Tenha rotas e planos sobre a vida e o que quiser melhorar. Crie recursos e os desenvolva. Sejam esses recursos pessoais, profissionais, amorosos ou de qualquer tipo. Desenvolva também sua capacidade de planejar e pense; os planos precisam da sua ação para acontecer.
Cometa erros. Lembre-se: podemos sempre vencer em nossa mente, dependendo da maneira como a usamos. Há sempre espaço para as vitórias, não se preocupe tanto com os seus ‘erros’, pois eles fazem parte de um tipo de aprendizado, em geral, tem a ver com culpa, que quase nunca está no passado, numa avaliação critica, se for assim, talvez tenha sido o melhor que fez naquelas circunstancias especificas, desculpe-se, quando a situação permite, pois você usou o melhor de seus recursos.
Estique sua mente e seu corpo. Troque afeto, compartilhe experiências, enriqueça seu repertorio de caricias, pratique exercícios. Experimente algumas das formas de estar no mundo, mudando de caminho em sua rotina, converse com desconhecidos em espaços públicos, pergunte, olhe mais a cima e mais por baixo. “a mente é como um pára-quedas, funciona melhor aberto”.
Assuma as responsabilidades sobre suas ações. É a melhor maneira de estar em contato com o seu Adulto. É quando você pode experimentar sensações de integração, de maior autoconfiança e não abrir mão de sentir-se culpado. Antes de apontar o dedo para o outro, faça o exercício de atribuir a você a responsabilidade por algo que não saiu como esperava ou desejava.
Olhe mais para você. Abra mão de querer ter o melhor de outras pessoas, o tempo todo. Essa atitude não é justa com você, os seus sonhos e o seu próprio tempo.
Mantenha o foco. Mantenha o foco em sua felicidade, pois, como tudo aquilo que você foca, ela irá se expandir. Decida com o coração e a cabeça nas horas difíceis. Diante do que quer, não titubeie, vá a luta e conquiste.
Por: Dr. Wallace Hetmanek e Dra. Mariana Córdova (psicólogos).

0 comentários:

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts