sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Começo de História


Ficou o texto inacabado,
De tantos que comecei a escrever,
Cada letra, cada traço mal riscado,
Dizia tudo o que eu não quis dizer.
Incompletas, as frases foram ficando.
Sem rimas, sem nexo... Bobagens,
Coisas tolas, difíceis de compreender,
Impossíveis ainda mais de comentar.

Não liguem, minhas histórias são assim,
Não tem começo, nem meio, nem fim,
São somente coisas,
Que vem da minha alma,
Essências saídas de dentro de mim,
Do fundinho do meu coração,
E que, quando passadas para o papel,
Acabam se transformando,
Numa tremenda confusão...
A: Ligia.

0 comentários:

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts