terça-feira, 25 de agosto de 2009

Se Sou


Se Sou
Sou fraca diante da força da natureza,
E forte perante os não amigos,
Sou imensa, diante de um grão de areia,
E minúscula, se comparada ao infinito.
Se precisar, sou a mulher que luta,
Ou a menina que se recolhe amedrontada,
Eu não sou nada, ou, sou tudo,
O que eu sinto, não mudo...
Se gritar, talvez não seja tão alto,
Que alguém possa ouvir,
Se sussurrar, só meu coração escuta.
Se calar, ouço uma voz,
Se perguntar, a voz não responde...
E eu, o que sinto! Nada, nada de especial,
Apenas penso.
E acabo sem saber o que fazer,
Não perguntaria ao coração,
O que ele nunca vai dizer.
Forte e fraca, alegre e triste,
Menina, mulher, feliz ou não!
Se sou tudo diante do nada,
Ou nada diante do tudo,
Tem diferença, não sei dizer...
Depende do que for acontecer,
Se na minha fantasia,
Sou tudo que quero ser.
A: Ligia.

4 comentários:

Maysha 26 de agosto de 2009 17:11  

Ola Ligia, como vais?
Tenho um selo para ti, quando quiseres vai buscar, ofereço-te com amizade imensa e um beijo de luz
Isa

Maysha 26 de agosto de 2009 23:16  

Bom dia Ligia
Ainda bem que gostaste, mas esse eu atribui a todas as amigas, antes desse tem outro que só atribui a seis blogs,entre ele o teu, podes trazer amiguinha.
Tem um dia muito feliz Ligia
Beijo de Luz
Isa

Anônimo,  29 de agosto de 2009 18:43  

adorei demais!!! e é exatamente oque gostaria decolocar no meu perfil!!! posso??? amei... dorei...

Ligia 29 de agosto de 2009 18:49  

Olá, tudo bem? Fique à vontade, copie e pegue o que quiser, este Blog também é seu. Volte sempre. Beijo de paz.

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts