quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

O Mesmo Percurso

Caminho em busca de algo que conheço, desconheço,
Um caminho, um espaço para eu andar,
Andar sem destino, sem hora para chegar,
Por que teria pressa, já caminhei a maior parte da vida!
Por que teria destino, já sei qual será o meu futuro!
Eu caminho porque sei que no percurso encontrarei pessoas,
Algumas caminharão um pouco comigo, outras só passarão por mim, assim como eu passarei por elas...
Haverá quem me dará um sorriso, ou um olhar de desdém,
Conhecerei pessoas que mesmo ausentes deixarão lembranças, e pessoas que tendo convivido comigo jamais se lembrariam de mim,
O que importa! Eu nunca caminharei sozinha...
O ar, o sol, a lua, uma pequena bolsa...Alguma companhia eu terei.
E de tanto caminhar começo a acreditar que onde quer que eu esteja, estou no lugar que quero estar. Eu só preciso caminhar.
A razão é a minha bússola. Nem sempre eu a obedeço, pois sigo meu caminho movida pela emoção. Vou como um arqueiro sem alvo, ou um jogador driblando a solidão.
Solidão, essa sim, faz questão de me acompanhar. Dela eu corro, quero distancia. Mesmo longe de ser para o paraíso com que sempre sonhei, eu caminharei.
Quer saber para onde vou agora?
_Embarcar no ônibus Destino, para o bairro... Coração.
A: Ligia.

0 comentários:

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts