quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Fragmentos de Poesias

Desabafo
1) Se tu soubesses querido,
Como é bom desabafar,
Quando a alma está ferida,
E, se deseja chorar.

Se soubesses minha vida,
Vinhas comigo falar,
Vendo me triste e abatida,
Virias-me confortar...

Um abraço, um carinho,
Ou... Um aperto de mão,
Seria assim como um espinho,
Arrancado do coração...

Um raio de luz pequenino,
Cheio de amor e de emoção.

Quadrinhas.
1) Nenhum pranto teve tanto brilho,
E nem teve tanta luz,
Quanto o pranto de Maria,
Vendo seu filho na cruz.

2) Um dia a felicidade,
Na minha porta bateu,
Mas nunca me tendo visto,
Passou... Não me percebeu.

3) Tudo na vida se resolve,
Com fé, com perseverança,
O mal, um dia falece,
O bem, um dia se alcança.

0 comentários:

Comigo agora

  ©Template Fragmentos (Textos, Poesias, etc) by Silmara Layouts